sexta-feira, janeiro 26, 2007

Vaselina, por favor

Vaselina "Pacu". Havia de ser pa...onde?

Sabem aqueles dias em que sentem que alguém vos sodomizou de uma forma fria, selvagem, bruta, rude e sem piedade?
Ontem foi um desses dias.
Hoje ainda não recuperei e julgo que vou andar uns dias até recuperar das mazelas.
Pior que ser sodomizado é quando se é sodomizado duas vezes no mesmo dia.
E sem recurso ao auxílio de lubrificantes!
Numa das sodomias, o agente em causa usou areia, daí que tenha sido um acto brutal e doloroso.
Mas há que olhar para a frente, afinal...vida de estagiário é mesmo isso, um dia atrás do outro, uma sodomia aqui e outra ali.
Aliás, o estágio não é mais que uma preparação para a vida de trabalho, também ela pejadinha de criaturas sodomitas.
Das duas três, ou se ganha um certo calo e ao fim de algum tempo já nem dói; ou se aprende a andar sempre munido de um tubo/boião de vaselina; ou se apura o olfacto e se começa a sentir o cheiro das criaturas que aparecem pela rectaguarda e ja se pode encarar os sodomitas de frente.
Até lá, há que sorrir e fazer de conta que não doeu. Sim, porque, no fundo, os nossos colegas mais antigos têm a mesma escola que o arquitecto Tomás Taveira e o gozo que retiram nem está relacionado com o acto em sim, mas com o proporcionar da dor. Se não demonstrarmos sofrimento eles param.
Ou não...

FOI PROFUNDO!

1 comentário:

Sunshine disse...

bem,eu axo que deves comprar o frasco de vaselina enquanto não consegues cheirar essas criaturas que vêm pela traseira duma pessoa...porque fingir que não te proporcionam dor não serve de nada...

Dispenso...

Porque tudo o que é dito é dispensável...
Porque tudo o que é escrito é dispensável...

Este é um blog onde se fala a sério e se brinca.
Quem não goste de ironia ou sarcasmo que feche esta página rapidamente!
Aqui ninguém tem razão.
Eu não pretendo estar certo, pretendo observar e pretendo fazê-lo de uma forma atenta e crítica...de uma forma dispensável.

Dispenso...um blog dispensável.

pessoas já dispensaram um tempinho para dar uma espreitadela