segunda-feira, janeiro 15, 2007

Abort/Retry/Fail

Eu vou votar SIM no referendo.
É uma boa maneira de começar o post.
Não voto sim porque seja a favor do aborto, voto sim porque acho que as pessoas devem ser livres de optar.
Estou a ficar cansado da troca de argumentos falaciosos dos movimentos a favor e contra e acho uma enorme hipocrisia que os "Não's" digam que são a favor da vida e que não concordam que o dinheiro dos impostos seja usado para financiar abortos, assim como acho rídiculo que os "Sim's" venham dizer que as pessoas têm de votar a favor para que as mulheres não vão presas.
Para mim o cúmulo dos cúmulos é ter aquela senhora direitolas, a da Câmara Municipal de Lisboa, a do Partido Popular, a da boca à banda como as solhas, a dizer que acha injusto que se use o dinheiro dos impostos para financiar abortos.

Maria José Nogueira Pinto

Provavelmente esquece-se que, quando Paulo Portas estava no governo, era uma das suas apoiantes, o que incluia ser a favor de usar o dinheiro dos impostos para comprar submarinos.
Aborto Não! Submarinos Sim!

FOI PROFUNDO!

1 comentário:

Pall Mall disse...

Concordo plenamente! Aliás, eu fui daqueles "pacóvios" que perderam cinco minutos de sol na praia para votar no referendo de 1998, para por uma cruzinha no SIM.

E desta vez vou repetir a proeza.

Dispenso...

Porque tudo o que é dito é dispensável...
Porque tudo o que é escrito é dispensável...

Este é um blog onde se fala a sério e se brinca.
Quem não goste de ironia ou sarcasmo que feche esta página rapidamente!
Aqui ninguém tem razão.
Eu não pretendo estar certo, pretendo observar e pretendo fazê-lo de uma forma atenta e crítica...de uma forma dispensável.

Dispenso...um blog dispensável.

pessoas já dispensaram um tempinho para dar uma espreitadela