sexta-feira, fevereiro 10, 2006

Liberdade de Expressão





















Ainda me lembro como se fosse ontem, na minha primeira (e última até hoje) viagem a Londres, ia a passar na rua e eis que os meus olhos vêem uma tshirt igualzinha à que o Axl Rose usava.
Quase bati no meu pai para ele soltar umas libras e ele lá acedeu ao meu pedido. Ao lado da tshirt que eu trouxe, onde se podia ler "Kill your idols", estava uma do Papa João Paulo II com uma nota enrolada a snifar e lia-se "I like the Pope. The Pope smokes dope".
E porque falo eu nisto?
Numa altura em que, nos países islâmicos, a violência e as manifestações se multiplicam, surgem as ameaças de ripostar com caricaturas contendo símbolos cristãos.
UI! Que medo!
HELLLLOOOOO!
Eu comprei a bonita tshirt herege (que deixei de poder usar porque a minha avó me pediu) no ano de 1992!
Esses tipos já vêm um bocado tarde, não?
Mas, também não se pode pedir muito a povos que se dão ao luxo de fazer manifestações e partir cidades dia sim dia também!
Já para não falar que as multidões são marionetas autênticas que se limitam a seguir o que os seus líderes religiosos lhes encomendam!
Não era má ideia que se fizesse um programa novo de troca de petróleo por ideias próprias!
Ah...deve ser meio difícil. Se fossem os americanos a promover tal programa, eles não saberiam que raio seriam "ideias próprias"...

FOI PROFUNDO!

2 comentários:

Josue disse...

Pró Fundo?

Fernando Oliveira disse...

Então e deixaste de usar a t-shirt porque a tua avó te pediu... Não constitui isso também uma forma de cortar a tua liberdade de expressão?...

Dispenso...

Porque tudo o que é dito é dispensável...
Porque tudo o que é escrito é dispensável...

Este é um blog onde se fala a sério e se brinca.
Quem não goste de ironia ou sarcasmo que feche esta página rapidamente!
Aqui ninguém tem razão.
Eu não pretendo estar certo, pretendo observar e pretendo fazê-lo de uma forma atenta e crítica...de uma forma dispensável.

Dispenso...um blog dispensável.

pessoas já dispensaram um tempinho para dar uma espreitadela