segunda-feira, abril 07, 2008

Ó riqueza!

Ao contrário do que pode parecer este texto não é sobre piropos de andaime.

Quis apenas deixar de lado a referência à Igreja no título, principalmente porque já escrevi algumas linhas sobre o tema que se segue.

A riqueza da Igreja (Católica) revolta-me.


Já imaginaram o valor do monte de ouro obtido se resolvessemos derreter e aproveitar todo o ouro que existe pelas capelas, igrejas, catedrais, sés, etc, etc?

Num país como o nosso, com tanta igreja bem "apetrechada" e com as dificuldades económicas que atravessa e obrigam o português a "apertar o cinto" constantemente, ia dar um jeitão.

Mas isso não é exequível...

O que era perfeitamente possível era a Igreja desenvolver projectos para quem necessita.

Chamem-me doido mas será que era complicado para a Igreja ter espaços onde pudesse alojar TEMPORARIAMENTE quem não tem um tecto?

Será que é pouco racional achar que a Igreja podia aproveitar todos os terrenos que possui para desenvolver programas que permitissem criar postos de trabalho a troco de um sítio para morar? Acham que quem vive na rua ia recusar trabalhar em troca de uma cama num lugar onde não chovesse e onde lhe dessem de comer?

Quais são exactamente os projectos que a Igreja desenvolve para ajudar os mais carenciados?

Qual a extensão da riqueza que a Igreja Católica acumulou ao longo dos séculos?

Não terá posses mais que suficientes para não necessitar de esmolas?

Não terá posses mais que suficientes para fazer algo de útil por quem necessita?

E aposto que se o fizesse teria diversos voluntários para dar um empurrão por uma questão de fé (ou até sem a ter).




FOI PROFUNDO!

1 comentário:

Mary Birth disse...

A Igreja Católica (como instituição) é uma farsa. Um dos fundamentos da própria Igreja é a rejeição da riqueza, no entanto, é ver o Papa e os Bispos a viverem à grande e à francesa. É uma questão secular e que tão depressa não há-de mudar... leste o Código Da Vinci, óbvio.
Agora... um post sobre piropos de andaime, isso sim, era de dispensar.

Peace!

Dispenso...

Porque tudo o que é dito é dispensável...
Porque tudo o que é escrito é dispensável...

Este é um blog onde se fala a sério e se brinca.
Quem não goste de ironia ou sarcasmo que feche esta página rapidamente!
Aqui ninguém tem razão.
Eu não pretendo estar certo, pretendo observar e pretendo fazê-lo de uma forma atenta e crítica...de uma forma dispensável.

Dispenso...um blog dispensável.

pessoas já dispensaram um tempinho para dar uma espreitadela