quarta-feira, outubro 11, 2006

Os grandes Portugueses

A RTP tem um programa aí a rebentar chamado "Os grandes Portugueses".
A divulgação/publicidade está entre o original e o deprimente.
Salvo raras excepções, parece que o nosso país só tem grandes figuras no futebol.


Para além de D.Afonso Henriques, Fernando Pessoa, Mário Soares, Vasco da Gama, Pedro Alvares Cabral, Eça de Queirós, temos de levar com Mourinho, Eusébio, Figo, Deco...Bem, Deco!
É que Deco tem muito de grande português!
Faz-me confusão que Deco, que é português há menos de meia dúzia de anos, seja considerado um grande português, ao lado de figuras como D.Afonso Henriques ou Fernando Pessoa...


E algo que me indigna imenso é o facto de se deixarem de lado grandes nomes como Camões, Salgueiro Maia, Nuno Álvares Pereira, Egas Moniz, Miguel Torga, José Saramago ou Gil Vicente (não confundir com o do Fiúza)...


(E estou a fazer de conta que nem ouvi uma voz gritar "grande grande é o Boss A.C.)
Outro detalhe prende-se com a ausência de figuras femininas...Só se ouve lá pelo meio o nome de Amália...Não me parece que seja a única.

De facto, isto de ser recente a emancipação da Mulher em Portugal, só por si invalida que haja um número semelhante de grandes homens e grandes mulheres, mas não lhe ficava mal lembrarem-se de uma Maria de Lurdes Pintassilgo, de uma Florbela Espanca, da própria Rainha Santa Isabel, da Irmã Lúcia, mulheres que deram nas vistas no nosso país.
Acredito que se fosse no país aqui ao lado seria bem diferente.
Os espanhóis são conhecidos pela dimensão exagerada dos seus egos, daí que não me custe pensar que o mesmo programa, em versão "Os grandes espanhóis", em formato igual e dependente da votação por telemóvel, daria um quase certo empate, uma vez que cada espanhol ligaria a votar em si mesmo!

FOI PROFUNDO!

1 comentário:

Pall Mall disse...

Meu amigo, faça como eu: fui votar no Ricardo Araujo Pereira, dos Gato Fedorento...

Dispenso...

Porque tudo o que é dito é dispensável...
Porque tudo o que é escrito é dispensável...

Este é um blog onde se fala a sério e se brinca.
Quem não goste de ironia ou sarcasmo que feche esta página rapidamente!
Aqui ninguém tem razão.
Eu não pretendo estar certo, pretendo observar e pretendo fazê-lo de uma forma atenta e crítica...de uma forma dispensável.

Dispenso...um blog dispensável.

pessoas já dispensaram um tempinho para dar uma espreitadela